segunda-feira, 25 de setembro de 2006

Foi ...

Foi na 6ª feira.
Daqui de onde estou ouvi o vizinho gritar: "Pára! Pára que a pessoa vai a passar..."
Mais gritos de mulheres. Daqueles estridentes mesmo tipicos de mulher.
Eu e a cliente aqui da loja corremos á porta... olhámos á direita... no meio do cruzamento aqui a uns fracos 35 passos meus... uma camião TIR parado...
Atrás da última roda... da roda de trás... uma senhora vestida de preto com cabelinho branco... toda enrroladinha.
Fiquei a olhar á espera que se levantasse... mas não vi... ninguém viu.
O camião não ia de marcha atrás. E a passadeira estava mesmo ali, do outro lado do cruzamento.

Aqui neste cruzamento as passadeiras para peões estão a uns 36 passos meus (já os contei), da paragem dos veiculos ao semáforo.
E as pessoas atravessam mesmo pela frente dos automóveis quando estão parados.
Quando os veículos são altos, o condutor não vê o que se passa no chão junto ao seu carro.

Eu também passo por ali embora MUITO POUCO frequentemente, mas não junto de camiões altos e só depois de olhar para o condutor(a) parado(a) e ter a certeza que me viu.

Mas hoje tudo naquele cruzamento está normal. As pessoas passam no mesmo sitio, da mesma forma, a correr, com crianças... seja como fôr.
A passadeira está tão longe, não é? Será que vale a pena poupar passos para a morte?
Eu vou pela passadeira. Posso não ser muito relevante para a Humanidade mas... sou a única mãe dos meus filhos.

Ao condutor do camião, que não sei quem é... mas quem sabe...
Calma amigo. Calma e força. Força para avançar com a vida para a frente.

Coitado. Também não deve estar a passar um bom bocado.

1 Comments:

Blogger mãe said...

Olá!
Não sabia que tinhas blog, cheguei cá por o da Carla... também não tens aparecido no nosso para contar as novidades!
Está muito bonito e interessante, continua!
Quanto ao que se passou é triste e preocupante... o que fazer? Educar os nossos filhos de forma a que tomem consciência dos perigos.
Beijinhos

25 setembro, 2006 21:52  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home