quinta-feira, 19 de outubro de 2006

"Ela cheira mal"

No jardim-de-infância do meu menino anda uma menina adorável que ele não gosta.
Nunca gostou.

A menina não tem uma vida fácil, mas tem um sorriso lindo.
A menina não usa marcas, mas tem roupinhas lindíssimas.
A menina tem um cabelinho preto brilhante, lavadinho e penteadinho.
A menina tem o cheirinho normal das crianças asseadas.

Mas o meu menino diz
“Não gosto dela. Ela cheira mal.”

Cheguei a ficar aborrecida com ele.
Mas porquê?
Não é verdade.
E ainda que fosse... enfim, a sinceridade pura das crianças por vezes magoa.

...

Um dia da semana passada, quando fui levar o meu menino ao jardim-de-infância, a dita menina corre para mim com toda a sua simpatia.
Resultado: um enooorme abraçinho e um beijinho no alto da cabecita.

Desde bebés que adoro dar beijinhos na cabecinha dos meus meninos.
Desde bebés que me habituei a chamar-lhes querido/querida e amor.
Apanhei o jeito e faço o mesmo a todas as crianças.
Já não sou capaz de falar com uma criança, sem usar no mínimo uma destas palavras.

Mas voltando ao assunto, com aquele beijinho, fez-se luz na minha cabeça.
O cabelinho da menina, com aspecto de recém lavado e molinhas a prende-lo.... tresandava a tabaco.

Na nossa casa ninguém fuma.
Não frequentamos (com as crianças), locais com fumo.
As minhas crianças sabem o que é um cigarro.
Mas não estão habituadas a respirar o seu cheiro.

O cabelo da menina é lavado.
Os pulmões da menina não podem ser lavados.
Se o cabelinho que é lavado amiúde está assim... então...

5 Comments:

Blogger Nokas said...

Pois é realmente muito triste principalmente porque para ela cheirar assim não será por fumarem ao pé dela em casa mas sim no carro, possivelmente.Como é k ainda há pessoas sem consciência.
Beijinhos

19 outubro, 2006 23:05  
Blogger keridalindinha said...

Olá ganhaste 1 prémio!!! vem ver!!!!
Bom fim-de-semana e beijinhos.

20 outubro, 2006 10:33  
Blogger Ana said...

Ca em casa ninguem fuma ate mesmo as visitas se querem fumar vao para o quintal.
Fui criada numa casa cheia de fumo de cigarros tanto o meu pai como o meu avo fumavam como chamines mas nesse tempo as pessoas nao sabiam o mal que estavam a fazer tanto a eles, como aos outros.
Hoje em dia eh diferente, toda a gente sabe que cada vez ha mais second hand smokers a morrer de cancro do pulmao.

20 outubro, 2006 17:50  
Blogger mãe said...

Estas situações revoltam-me cada vez mais!
Por falta de informação não será, ela está por todo o lado, a falta de consciência é a pior!
Ninguém escolhe a familia e até (principalmente) para isso é preciso ter sorte.
Bjs

21 outubro, 2006 12:11  
Blogger mãe tataruga said...

Este post fez-me lembrar algumas crianças que há na escola do meu filho. Tresandam a tabaco....aqui em casa tambem ninguem fuma nem deixo ninguem fumar.
Beijinhos
P.S.Desabafos de uma ex-fumadora....

21 outubro, 2006 19:18  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home