terça-feira, 3 de outubro de 2006

A arte de bem falar

Gosto de ouvir falar bom português. Sempre gostei. Embora tenha um imenso orgulho das expressões tipicamente alentejanas. E gosto de as utilizar. Faço ate questão que os meus meninos as entendam todas.
Na minha casa não se usam termos tipo “pá” e “gajo”. No entanto aos adultos é permitido dizer pourra.
Entendo perfeitamente os “dialectos” juvenis. Utilizo-os também mas nunca em casa ou por escrito. Tenho orgulho em falar português ou alentejanês, mas puros.
A minha menina anda na escola há pouco mais de duas semanas:
“Mamã está ali uma cena. Aquele ursinho... “ etc, etc, etc.
UPS! Por que raio é que o facto do pijama ter ursinho cor-de-rosa, tem que ser considerado uma cena?
Ái, ái, o meu esforço de seis anos a tentar incutir gosto pelo português tradicional a ser assassinado em meia dúzia de dias.

3 Comments:

Blogger Miguel said...

Maria João,

Acho que vais ter uma ardua tarefa pela frente!

Obrigado pela visita e comentário n´A Minha Matilde!

Os meus parabéns pelo teu blog!
Vou passar por cá mais vezes!

Bjks da Matilde para ti, e claro para os teus meninos ...!

Visita-me em:
http://umsonhochamadomatilde.blogspot.com
http://aminhatshirt.blogspot.com
http://asreceitasdaligia.blogspot.com

04 outubro, 2006 18:51  
Blogger Bigodes de Leite said...

Ups...eu ás vezes dou assim umas "BACORADAS"..... será da geração rasca?ou será que me deixei levar pelo tal "calão"?
beijufitas

ps: Miga obrigada pelas palavras no bigodes é exctamente isso que relatas te que sinto ....mas vai ficar ferida ....para sempre

06 outubro, 2006 12:02  
Blogger mãe said...

Concordo contigo.
Vou tentar transmitir o mesmo à minha filha, mas sei que não vai ser fácil.
Tenho um irmão com 16 anos e o calão integrna a sua linguagem em cerca de 90%!! Ou mais!

07 outubro, 2006 22:03  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home