terça-feira, 7 de novembro de 2006

Abriram os lagares

Perto de minha casa há um lagar.
Ontem quando fui levar as crianças á escola deparei-me com uma "feira" de gente e carros parados ao rés das ruas e no meio a fazerem papel de placa central.
"Uma briga? Um acidente?" - pensei.
Qual quê!
O lagar abriu as portas.
São filas de carros, carrinhas, camionetas, tratatores e óra-pourras carregados de sacas de azeitona. Algumas veem á vista nos atrelados. Pretas, verdes, lustrosas com algumas folhinhas pelo meio.
Lembra-me o meu tempo de menina, em que corria pelo olival e enchia "latinhas de plático" de 1 litro da tinta côr de camarão de pintar o meu quarto. O que eu mais gostava era de ficar em cima dos panos a escolher as folhas. Foi assim que perdi o anel de ouro com pedrinha bordeaux que o meu primo me tinha oferecido. Não me lembro se depois se achou ou não.
Traziam-se as ceras do lagar para servir de tapete á porta da rua. A rua era de terra batida e as ceras duravam muito. Tambem serviam para deixar lá debaixo a chave da porta (isto era segredo). Assim quem chegasse primeiro podia sempre entrar. Aquela chave era enorme e não tinha cópias.

Tenho saudades de ter um pote de azeite e tirar com um pucaro para despejar no funil enviado no gargalo da garrafa.
Este ano vou comprar azeite ao lagar.
Não vou pôr num pote daqueles antigos mas vou ter azeite mesmo azeite.
Depois que nos mudamos aqui para a vila (que já é cidade há vários anos, mas para alguns continua a ser vila), e se acabou o stock de azeite que trouxemos (já lá vão 22 anitos), nunca mais me souberam bem as comidas de azeite e vinagre.
Os azeites mariquinhas que se vendem á garrafa não teem nada a ver.
Sei que se diz salada de grão, salada de feijão frade e atum, mas eu estou-me lixando para as saladas. Eu gosto mesmo é de feijão frade de azeite e vinagre, grão de azeite e vinagre com ovo e coentros - chamar-lhe salada tira-lhe o sabor, tal como os azeites engarrafados.
Umas boas batatas de azeite e vinagre com pimentos e sardinhas assadas?
Que me aguardem para o próximo Verão com o novo azeite!

4 Comments:

Blogger Ana said...

Eu adoro azeite, mas um azeite puro, caseiro, nao estas coisinhas que compramos no supermercado que sao misturados com oleos, abriste-me o apetite.
Adoro essas historias da apanha da azeitona e coisas assim, como sou de Lisboa e os meus pais e avos tambem, quando chegava as ferias grandes os amigos iam sempre para a "terra". Era com ansiedade que esperava as historias contadas de um verao muito diferente do meu,a apanha da fruta, as vindimas,mugir as vacas e beber o leite ainda morno...coisas que infelizmente nao fizeram parte do meu historial.

07 novembro, 2006 17:15  
Blogger keridalindinha said...

Aceito, a parte das sardinhas!!!!!
Que bom!!!
Beijocas.

07 novembro, 2006 17:38  
Blogger Miguel said...

Nada como um bom fio de azeite para temperar as nossas iguarias ...!

Bjks da Matilde e Cª!

07 novembro, 2006 21:51  
Blogger mãe said...

Adoro azeite e azeitonas!
Já estou com saudades das sardinhas com os pimentos, tinhas de falar nisso? Ainda bem que não estou de desejos!Lol
Bjs

07 novembro, 2006 23:53  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home