segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

Crónica Feminina

Alguém se lembra desta revista?

Foi a primeira que eu conheci.

Quando eu era pequenina a minha prima que era já grande lia a crónica.
Saía todas as semanas e ela dava-me as velhas.
Quando mudou de casa deu-nos talvez umas cem ou mais.
Penso que ainda hoje no sótão dos meus pais, hajam algumas resistentes.

Serviam para tudo: ler, brincar, fazer colagens e dobragens, destacar folhas para fazer colecções de cada tema e até para ir fazer cocó para a nossa mãe não achar que gastávamos muito p.h.(nós morávamos no campo e íamos atrás dos sobreiros). Divertiamo-nos a fazer "papagaios" com metros de papel higiénico atados a na ponta duma cana e íamos pelo campo fora a correr para fazer voar o papel.

Ainda hoje tenho um "livro" encadernado por mim (devia ter 10 ou 11 anos), com as fotonovelas a preto e branco que vinham em episódios nas páginas centrais.

Uma das páginas dessa revistas era de adivinhas.
Aquela que nunca mais esqueci foi a que coloquei neste post.
A ideia era ver até que ponto poderia passar por aqui alguém que pudesse ter tido uma vivência parecida com a minha em relação a uma revista que naquela altura tinha a sua importância.

E a resposta é:
Ambos estão fora da estação.

10 Comments:

Blogger Ana said...

Lembro-me dessa revista, a minha mae comprava, mas...sinceramente nao me lembro de alguma vez a ter lido.

26 fevereiro, 2007 18:30  
Blogger mãe tataruga said...

Eu lembro-me!!!! Era a "castanho e branco" mas já não temos nenhuma.
Beijinhos

27 fevereiro, 2007 08:36  
Blogger carmo said...

ola maria joao,comida nao falta e boa vontade para os amigos tambem nao,por issono verao vou convidar alguns de vos a serio.tem um bom dia um beijo.

27 fevereiro, 2007 10:41  
Anonymous Mariaa said...

Lembro-me muito bem, também era do meu tempo. Ja não me lembro se era a minha mãe que comprava se era eu que lhe pedia para comprar. Mas lia-a de fio a pavio.
Foi a precusora de todas as revistas feminimas e cor-de-rosa que existem agora.
Boas recordações.

27 fevereiro, 2007 12:33  
Anonymous Anónimo said...

Em relação é revista lembro-me vagamente de ver as minhas tias (mais novas) com ela na mão.
Da advinha claro depois de se saber a respoat fica tudo mais claro.
Bjs, Carina e Bárbara

27 fevereiro, 2007 14:02  
Blogger Ana Isabel said...

Lembro-me de ver a minha tia mais nova com elas, mas não guardou nenhuma.
Bjs

27 fevereiro, 2007 17:57  
Blogger Smas said...

Eu também conheci essa revista mas já há muito que foi tudo para o lixo.
Bjs

28 fevereiro, 2007 15:59  
Blogger ternura said...

Se me lembro, a minha avó materna comprava-a :)Já lá vão tantos anos!

Beijinhos ternurentos

01 março, 2007 00:21  
Anonymous Anónimo said...

Ai tão giro!
Beijinhos grandes

01 março, 2007 16:37  
Blogger eu mesma! said...

eu lembro-me dessa revista em formato pequenino, já não me lembro se a minha mãe a comprarva ou se a via no dentista...

lembro-me também de umas revistas com umas fotonovelas que eu adorava, com umas histórias lamechas do pior, sempre com a virgem enganada pelo malandrão sabido, que engravidava...

não conhecia o seu blog vou voltar

02 março, 2007 17:05  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home