sábado, 10 de fevereiro de 2007

Aceitam-se sugestões

Hoje durante o caminho, como em tantas outras alturas, a minha menina muito pouco á vontade voltou a dizer que gostava que eu tivesse outro bebé.

"Tu já tens o mano..."
"Mas eu queria ouvir o bebé..."
"Tu ouvias o mano e davas-lhe beijinhos!"
"Mas eu queria ouvir agora que já sou maiorzinha"
"Oh querida, quem é que disse que os bebés se ouvem na barriga?"
"Foi a x"
(educadora de infância do ano passado)
"Mamã tenho uma pergunta para te fazer."
Tinhamos chegado ao destino e desliguei o motor.
"Diz lá querida"
"Oh mamã, qual é a portinha secreta da mãe?"
"Oh querida, a mamã explica-te isso com mais tempo que agora estamos a chegar"
"Está bem"

É lógico que não estou a pensar em chamá-la para a dita explicação. Mas, mais cedo ou mais tarde ela vai lembrar-se e voltar a perguntar. Outra vez falta de tempo não me parece boa ideia.
Mas o que se diz a uma menina de 6 anos sobre a porta secreta? A resposta até a mim me assutava já depois de estar grávida, e não tinha eu 6 anos.
A ideia de que o Sr. Dr. faz uma abertura na barriga com uma faca também me parece um tanto ou quanto possivel causadora de sonhos maus.

Lembro-me de em pequenina ter ouvido uma conversa de mulheres sobre cesariana. A imagem que me ficou e me atormentou durante muito tempo foi uma mulher deitada numa cama na cozinha, cortarem a barriga com uma serra electrica e respingar sangue pelas paredes até á chaminé.
É claro que não se passou assim, mas foi assim que a minha imaginação propria da idade me permitiu ver.

Não estou alarmada nem desesperada, mas estou bastante a toa, não sei o que dizer.

8 Comments:

Blogger Ana said...

Acho que nao ha nada como a verdade, claro, explicado de maneira simples mas que ela entenda, porque no fim de contas tudo isso faz parte da vida e mais cedo ou mais tarde ela vai ouvir da boca das outras criancas e muitas das vezes tudo errado.
Beijinhos\
Ana Felpuda

10 fevereiro, 2007 16:25  
Anonymous Mariaa said...

Acho que deves dizer a verdade, adaptada à idade dela. Se necessario faz um desenho e diz onde se faz o corte, que não doi porque a mama esta a dormir. Nestas idades explicações simples costumam ser suficientes, porque eles so querem uma respostas não querem explicações elaboradas.
Bjkas

10 fevereiro, 2007 20:14  
Blogger o nosso cantinho said...

Pois nao kero pensar kuando estiver eu nessa situação, mas vais conseguir resolve la, beijinhos e bom fds

10 fevereiro, 2007 20:42  
Anonymous Anónimo said...

ó rapariga, não vês que não sabes escrever?
és meio analfabeta, gaita!e só tens serradura na cabeça (ou sarradura na cabesa?)!
matilde

11 fevereiro, 2007 23:59  
Anonymous Anónimo said...

crido anónimu, Se me deres permição, perfiru mesmu a verção "çaradura na cabessa". é mais fiche e tudu.
Obrigadu pela çinpatia.
maria juão

12 fevereiro, 2007 09:59  
Blogger docinho said...

Ai... nem sei que te diga... talvez a verdade seja o melhor... mesmo que custe a entender!!!

beijos baralhados

12 fevereiro, 2007 12:43  
Blogger Isália said...

quando eu nasci, a minha irma com 3 anos e meio foi com o meu pai buscar-nos ao hospital.... quando vinham embora o meu pai foi a secretaria que estava cheia de gente... a minha mae comigo ao colo e com a minha irma pela mão...quando a minha excelentissima mana se lembra de pedir (na sala cheia de gente)para a minha mãe lhe mostrar o doi doi por onde a mana tinha saido...a minha mãe muito embaraçada(pq nasci de parto normal) disse que mostrava em casa...Uma senhora ao lado a ouvir a conversa pergunta a minha mãe "foi cesariana? faça favor de se sentar!" e deu o seu lugar a minha mãe...e está hein...nao sei como a minha mae resolveu a situação...

14 fevereiro, 2007 21:06  
Blogger Cleia said...

Hehehhhh, rio-me do post e tb dos comentários!
Tenho uma filhota, ainda com apenas 4 meses, e nao anseio o dia em que ela me peça um mano...
Mas tenho uma grande e querida amiga com uma filha de 4 anos, e diz q no dia que ela lhe pedir um mano compra-lhe um cão Hahahh :)))
A Gravidez foi uma experiência que ela nao pretende repetir. Aceito, e respeito mesmo sem compreender pq eu ADOREI estar grávida!

Gostei do teu blog
vou passando pra ler as últimas. Beijinhos

15 fevereiro, 2007 15:04  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home