segunda-feira, 30 de abril de 2007

Fim de semana

Ontem fomos assistir a um espectáculo de dança.

Escolhi o lugar que quis (pois fui das primeiras a requisitar bilhete), mas... não tive hipótese de escolher quem ficaria atrás de mim.

Graças à querida senhora cuja voz doce e simpática atrás de mim tinha o poder de me dispersar do propósito para o qual ali me tinha deslocado fiquei a saber (entre muitas outras coisas que dada a sua grande importância esqueci de seguida), que:

- nos grupos de dança tem que haver sempre uma gordinha
- a Joana é muito engraçada a dançar
- a Helena estava mais uma vez com o cabelo nos olhos
- a bailarina ao rodopiar ficou tonta e por isso ficou zangada
- um dos bailarinos está sempre a olhar para o outro porque não sabe o que há-de fazer

E até como o pano corrido eu fiquei a saber que estavam nesse momento a colar um tapete ao chão.

A parva da gaja teve a sorte de ficar sentada atrás da minha menina que fica mais baixa que as costas da cadeira e se estiver de pé fica tamanho dum adulto sentado.
A minha menina tinha dificuldade em ver e levantou-se.

Depois de uns minutitos em que pude apreciar sem os comentários bónus vindos de trás oiço um bem audível “Olha, assim não pode ser”.

O papá disse à menina para sentar.
Eu olho para trás e vejo a filha da p***, quase deitadinha na sua “poltrona”.
Pois! Se estivesse sentada com o rabo em vez de estar sentada com as costas (como estaria se estivesse atrás de um adulto), não teria qualquer dificuldade em ver.

A minha menina pergunta-me “É o quê, mamã?”
“Querida, é que uns não vêem e outros não conseguem ouvir por causa dos comentários".- Respondi em voz bem altinha mas acho que a irritação da altura ditou a minha falta de inspiração.
A sujeita deve ter ouvido mas não sei se entendeu que era com ela.

Não sou de armar barracos em locais públicos, não falo alto e sou discreta, mas aquela parvalhona estava a dar-me a volta aos nervos.

Será que eu sou a única pessoa que detesta ser incomodado com comentários desnecessários e depreciativos enquanto aprecia algo que gosta?
Se não gostavam fossem embora!

Se ao menos fosse uma tia, mas nem sequer chegava a ser uma imitação mal conseguida.

Mas tirando isso foi tudo maravilhoso.

Sábado à tarde fui cortar o cabelo (não demorou nada, foi chegar aviar e sair) e fui ás compras... sozinha, sem telemóvel (eu não tenho), e sem dizer a ninguém onde ia nem quando vinha.

Foi tão bom!
Que sensação de liberdade!

Sei que fiquei bonita com o “novo” cabelo, embora ninguém me tivesse dito.
Ninguém não, a minha mana fez uma referência.

Obrigado mana, por existires... embora eu “reze” para que as tuas andanças interneticas aqui não cheguem.

15 Comments:

Blogger mãe tataruga said...

Pois essa gaja comigo tinha-se apercebido que estava a ser inconveniente. Eu tinha-lhe pedido o favor de falar um bocadinho mais baixo:)
Tens que me dar o contacto da tua cabeleireira.
Beijos e bom feriado

30 abril, 2007 21:37  
Blogger Isália said...

às vezes faz-nos bem um look diferente e fazer coisas diferentes...

01 maio, 2007 14:50  
Blogger María&Peste said...

Há pessoas que não sabem estar, ponto! A mim também me irrita e não é pouco....Deves estar muito bonita, tens de pôr uma foto para vermos o look! Bjnhos

01 maio, 2007 15:41  
Blogger Omeupititxoco said...

Há pessoas que realmente têm o dom de nos enervar e que às vezes nem deviam sair de casa...mas pronto, infelizmente temos que nos "sujeitar" às vezes a outros espectáculos que não aqueles a que desejamos assistir.
Jinhos***

01 maio, 2007 20:56  
Blogger monika said...

Olá! Não sei bem como, mas vim parar ao seu blog e, gostei imenso. Hoje em dia já não há respeito por ninguem. Eu estou numa cadeira de rodas há 6 anos (estou tetraplégica) mas graças a Deus a cabeça está 100%...só não mexo é os membros superiores e inferiores. Por vezes quero ir a um Centro Comercial e deparo-me sempre com o lugar para deficientes. Até mesmo á minha porta, tenho as "zebras amarelas" no chão e o sinal da cadeira de rodas, mas não ligam...estacionam. Muitas vezes quero ir para o trabalho e tenho de esperar que consigamos encontrar o/a dono/a do carro para eu puder sair, pois tenho a rampa.
Enfim...é o que temos.
Desculpe o meu desabafo, mas estas coisas tambem me enervam...como essa "palhaça" que estava por tras de voces.

Beijocas e boa semana.
Se quiser, pode tambem passar no meu! ;)

01 maio, 2007 21:37  
Blogger Carina M said...

Apesar dessaa melga metida a besta ainda bem que gostas-te. Fico contente por saber do novo corte. Fiquem bem.
Bjs

02 maio, 2007 11:12  
Blogger mariavicente said...

espero que o espectaculo tenha compensado essa parte pior.
deves ter ficado gira concerteza.
bjs e fica bem

02 maio, 2007 14:48  
Blogger Gioconda said...

De qualquer forma dei um sorriso ao ler este teu post... então e no cinema toda a gente a comer pipocas a minha volta? Fico possessa.....

02 maio, 2007 15:36  
Blogger Ana said...

Quando vou ao cinema com a minha filha temos sempre desses arrufos com os vizinhos detras. No nosso caso sao os pes que eles poem em cima da nossa cadeira.Nao vale a pena dizer nada, pois nao nos ligam nenhuma, o unico jeito eh mudar de lugar.
Ha gentinha muito mal educada!!

02 maio, 2007 16:22  
Blogger keridalindinha said...

Há sempre alguém que não se importa de incomodar os outros e quer ser o centro das atenções!;)
Inda bem que arranjaste o cabelo, eu adoro ir ao cabeleireiro, faz-nos tão bem uma mudança de visual!
beijoquinhas.

03 maio, 2007 10:45  
Blogger Ana Isabel said...

Ainda bem que gostas-te, tirando claro essa chata que tives-te de aguentar com os comentários.
Bjs

03 maio, 2007 16:56  
Blogger docinho said...

: ))) há com cada croma!
Quanto à sensação de liberdade... percebo-te perfeitamente!!!
hummmmmm....

Beijos livres

03 maio, 2007 20:16  
Blogger Enfim... said...

á pessoas muito parvinhas fogoooo lol

Bjokas

Bom fim semana

04 maio, 2007 13:24  
Blogger mariavicente said...

bom fim de semana para vós, tudo de bom.bjs

04 maio, 2007 15:56  
Blogger Patricia said...

Há pessoas que não se tocam. Isso acontece-me sempre no cinema. Os "putos" ficam atrás de mim e é só comentários, pipocas e os telemóveis a tocar!

08 maio, 2007 15:59  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home