sábado, 31 de março de 2007

Hoje é daqueles dias que só me sinto bem com o rosto aquecido pelas lágrimas que caem.
Que só me apetecia dormir durante uma semana, ou duas, ou três.
É daqueles dias em que percebemos não somos nada. Como seria bom se o ódio resolvesse tudo.
Agora sei como são ridiculos os meus comentários aos vossos posts em que falam da saude das vossas crianças.

Agora sei como deve doer o meu constante "é preciso ter calma e ânino", agora percebo que talvez seja mais doce ouvir "tadinha dela".
A solução boa, seria arrancar o mal deles e pôr em nós, mas somos tão pouco que nem isso
somos capaz.
Ser mãe de crianças saudaveis torna-nos mais palermas.

Há blog´s de mães que são uma força que vive em prol dos filhos.
E é pensando nelas que me sinto ainda mais estupida.
Elas resistem, elas lutam, elas conseguem (e por vezes também perdem).
Mas... e eu?
Comparando com elas, para mim ser mãe é brincar ás bonecas.
Então porque choro?
Se não tenho arcaboiço para enfrentar pequenos tropeços que surgem no caminho, o que faria eu se tivesse que seguir durante toda a vida uma linha tortuosa?
Ao pé delas, ao pé dessas super mães... nós não valemos nada.
Sinto-me muito mal.

E quando penso que o meu problema até nem é nada comparando com outros... então aí... sinto-me uma verdadeira merda.
Peço a Deus que esta semana passe a correr, até nem me importo de ficar velha mais depressa.

15 Comments:

Blogger María&Peste said...

Mas o que aconteceu? Eu também não sei como seria e se teria a força que muitas mães têm em lidar dia-a-dia com filhos com problemas/deficiências...provavelmente teria porque o amor fala sempre mais alto e por eles ganhamos forças e coragem que nem pensávamos que tinhamos, não é? Para te animar porque não vais com os teus filhos ao gymboree (espreita o meu blog)? Não sei bem a idade deles, mas se calhar já não têm idade para essas coisas!! Bjnhos e bom fim de semana....não desanimes! Faz com que eles sorriam para ti, vais ver que sorris também!

31 março, 2007 16:17  
Blogger Enfim... said...

não percebi bem o que aconteceu mas a unica coisa que te posso dizer é aquilo que tu referes como inutilidade "tem calma"

Bjokas e bm fim de semana

ahhh e que a semana passe depressa como tu queres lol

31 março, 2007 19:02  
Blogger Miguel said...

Maria João,

Não penses dessa maneira, pensa que na sorte e na felicidade de teres uma criança radiosa ...!

Se ela é feliz é porque está rodeada de felicida emanada pelos seus pais e familia ...!

Não faças comparações, sê tu propria ...!


Um BOM FDS!
Bjks da M&M & Cª!

31 março, 2007 20:00  
Blogger a mamã do reguila said...

estava a ler oq ue escreveste e estava a pensar... tantas x que fico "para morrer" de cada vez que tenho o piolho doente... sei que existem mães com dores maiores do que a minha .. mas nao nos descansa a alma .. pois sao os nossos e só nossos bébés....nao sei o que se passa ... e fiquei angustiada por nao dizeres que dor é essa que estás a pasasr
pode ser inutil.. e até banal o que te vou dizer
mas desejo-te tudo de bom e acima de tudo muita força... e nós acabamos sempre por a ir buscar sabe-se l~´a onde saude para os teus meninos muita muita

01 abril, 2007 11:54  
Blogger mãe tataruga said...

Espero que hoje estejas melhor.
Só vim deixat-te um beijinho e desejar-te uma boa semana

01 abril, 2007 18:10  
Blogger viviana said...

ó amiga.... todas nós sofremos sejam eles saudaveis ou nao... o teu papel é ajudar essas maes quando elas te pedirem ajuda...
agora nao penses que é egoismo da nossa parte rebaixarmo-nos pois é no pensamento que surgem as duvidas e as melhoras de feitios e pessoas!! jokas fofase uma boa semana

01 abril, 2007 23:06  
Blogger Meggy said...

É o amor que comanda todo o mundo...
Deixa o amor guiar-te...

Beijo, e as melhoras (??)

Boa semana

02 abril, 2007 00:02  
Blogger Carina M said...

Vejo que estás mesmo tristinha, mas ao que vejo sem razão. Pelo que entendo tens algum dos teus filhotes doente e que regra geral são saudaveis. Alegra-te e não te sintas diminuida perto das outras mães que á partida seguem linhas mais tortuosas. Acredita que se te acontecesse a ti tu arranjavas forças, acredita. E mãe é mãe sempre (apesar de as haver muito más).
Bjs animados

02 abril, 2007 10:58  
Blogger Ana Isabel said...

Miga não penses assim.
Mas o q aconteceu?
Acredita que as tuas palavras q deixas no meu blog qd estou em baixo me ajudam imenso.
Agora ânimo p/cima miga e n fiques assim.
Bjs

02 abril, 2007 14:48  
Blogger Bigodes de Leite said...

Amiga sempre e sempre te achei uma especie de sabia para mim...estiveste sempre do meu lado naquelas alturas mais chatas....és e sempre serás linda!Mas compreendo tudo aquilo que dizes apesar de não perceber o que te aconteceu,mas entendo o teu desabafo.
Um beijinho grande e aquele abraço apertadinho....

02 abril, 2007 17:17  
Blogger Ana said...

Oh Joaozinha nao fiques assim....
Eu tambem as vezes vou a blogs de maes que teem filhos doentes ou com deficiencias e teem uma coragem, uma forca de levar a vida a diante, sempre com optimismo. Muitas vezes pensei como sou fraca, no lugar delas que ajuda poderia eu dar? Se qualquer ventinho de nada me varre para um canto?!!
Tenho um pressentimento que sei mais ou menos o que eh......
Um grande abraco muito apertadinho.

02 abril, 2007 18:13  
Blogger docinho said...

Uma coisa que este mundo me ensinou foi isso mesmo... que os meus problemas por vezes são tão insignificantes... penso nessas mães... e agradeço ter "apenas" os meus problemas...
Tão fácil falar... tão fácil não olhar para a dor do outros... aprendi isso e muito mais...
Penso sempre em mim e depois encolho os ombros e continuo... afinal não é tão grave assim!

Não fiques assim... não te culpabilizes por isso... cada um sofre à sua maneira...

Beijos aqui

02 abril, 2007 20:53  
Blogger Mamã da Nini said...

Tudo de bom...
Que a nuvem passe rápido!
Bjs

02 abril, 2007 23:03  
Blogger Ana said...

Ja te sentes melhor hoje? Eu sei que pouco posso fazer para que te sintas melhor mas se quiseres desabafar por favor nao hesites em mandar-me um email pakika7@yahoo.ca vou estar aqui para lhe ouvir.
Um abraco muito grande.

03 abril, 2007 22:36  
Blogger Patricia said...

Mas que tristeza é esta, hein?? Todas as mães que amam incondicionalmente os seus filhos são as melhores mães do mundo. Eu não sou mãe, mas não tenho qualquer dúvida nisso, e de certeza que és uma mãe extremosa...

beijos

10 abril, 2007 17:26  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home