terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Sempre adorei ir a casamentos...
e sempre fui a tão poucos.
Adorava a brancura dos vestidos de noiva...emocionava-me com o som do arrastar da cauda do vestido pelo corredor da igreja... delirava com a indumentária do meu acompanhante (homens de fato e gravata sempre foram um coisa linda para mim). Era tudo tão lindo...
Agora muitos dos vestidos de noiva já não têm cauda e não são brancos e alguns nem sequer são de cor creme ou beje.

Eu casei de branco numa altura em que já me diziam que branco já não se usava.
Experimentei tantos vestidos... e também vesti um sem ser branco.
Senti-me como se tivesse acabado de sair de uma poça de lama... parecia que me tinham sujado o vestido, faltava-me brilho...
Aí senti que tinha de ser mesmo branco, daquele branco que brilha ao sol.
Enfim... gostos não se discutem, todos teem sentido e todos podem parecer ridículos a alguém.

Mas tirando tudo isso, irei no próximo mês ao terceiro casamento nestes últimos oito anos e vou muito feliz.
O pior... o pior é que me sinto tão desactualizada e com tão pouca experiência em eventos do género que não sei o quê ou quanto, é que “está na moda” oferecer-se de prenda.

Preciso das experiências de quem por aqui passar.
O que é hábito dar-se?
O que sabe melhor receber?
O que posso levar, para alem da minha presença, que não seja exagerado (porque a vida não está para exageros), mas que também não me deixe envergonhada e não seja uma coisa sem interesse para quem recebe?
Somos dois adultos e duas crianças de 7 anos.

Mais uma vez... conto convosco.

33 Comments:

Blogger Pitanga said...

Quando apareceram aqui as primeiras listas de casamento eu achei um horror. Mas depois elas foram ficando refinadas, e postas em magazines de alta qualidade e aí facilitaram em muito a escolha dos presentes. Os noivos escolhem e deixam registrados ali o que querem e precisam, desde a televisão ao saca-rolhas. As lojas se encarregam de empacotar em lindos embrulhos e entregam em casa dos noivos. Já aí, ouvia dizer que se fazia um apanhado pelo número de pessoas que iriam ao almoço e o valor do presente seria de acordo. Não é muito elegante mas se funcionar assim...já é uma idéia que podes fazer do quanto podes gastar.
No mais, é aproveitares a festa e te divertires.

19 fevereiro, 2008 18:42  
Blogger María&Peste said...

Se os noivos tiverem lista de casamento em algum lado sempre é mais fácil :)
Se não, dinheiro, embora pouco pessoal, sabe sempre bem...

Não te posso ajudar muito porque não vou a um casamento para ai há 5 anos, sendo que o último foi há 2 anos e foi o meu!

Bjnhos grandes e divirtam-se

19 fevereiro, 2008 19:05  
Blogger Coisinhas com Amor said...

Olá João, depende do grau de parentesco que tens com a pessoa.
Mas o que tenho visto e feito, o último casamento a que fui, foi há dois anos e foram logo 2 um mês a seguir ao outro.
Eram meus primos direitos e como não tinham nenhuma lista de ofertas em qualquer loja, ofereci um envelope com dinheiro, calculando mais ao menos o que pagariam por pessoa, como se eu estivesse a pagar os meus lugares (2 adultos e 2 crianças).As crianças normalmente até aos 10 anos pagam apenas meio valor. No meu caso foi 150€ que ofereci.
Eu baptizei a minha bebé o ano passado ( e foi baptizado) paguei 30€ por adulto e 15€ por criança.
Agora tudo depende do sitio e esse tipo de coisas.
Beijinhos
Carla

19 fevereiro, 2008 21:27  
Blogger Eu & Tu said...

Olá João, sabes eu tb fui assim como tu, embora tb casasse em alturas em que o branco já nao estava tao habitual, eu também tive a ideia de que era de branco que queria casar e se exprimentava outra cor dizia logo que nao podia ser, tinha que ser branco...sao ideias ;)

Quanto à tua pergunta, muito sinceramente eu acho que o que se gosta mesmo de receber é dinheirinho seja ele em cheque ou mesmo dinheiro vivo,assim os noivos fazem dele o que quiserem e compram o que lhes fizere falta...

Quanto ao valor em si, naõ sei tb costumo fazer mais ou menos o calculo do que eles vao gastar no almoço e tento pelo menos pagar os nossos lugares e claro mais algum extra...mas valore de momento tambén nao te sei dizer ...

Beijinhus

20 fevereiro, 2008 11:30  
Blogger Tita said...

não tou muito actualizada, pois não costumo ir a casamentos, e ainda não me casei.Mas acho que o que se costuma dar é dinheiro.

20 fevereiro, 2008 12:05  
Blogger Carla Iglesias said...

Olá João,
Em 1º lugar antes que me esqueça, tens miminho no meu blog, depois passa lá.

Quanto ao casamento com o habitual vestido branco, também sou como tu. Sou pelo tradicional e escolhi o branco para mim. Acho que se é para ser tradicional tem que ser até ao fim.
Quanto ás prendas, se houver lista de casamento aproveitas porque pode sair-te mais em conta e sempre compras algo da preferência dos noivos senão, compras um postal a desejar Felicidades( daqueles próprios para casamento) e colocas dinheiro ou um cheque lá dentro. Acho que a média é de 150€ neste momento..

Beijinhos e espero tert ajudado
Carla

20 fevereiro, 2008 14:01  
Blogger Carina M said...

Ora como é obvio tendo lista é mais fácil, caso não tenham o dinehro é sempre bem vindo. agora há até uns postais proprios para colocar o dinheiro e um pequeno texto. Caso ofereças dinheiro não esqueças de colocar o nome da familia no envelope. Por cá muitos dos convidados aproveita mete uma nota de 20 € e não coloca nome no envelope.
Os ultimos casamentos que fui, foi o ano passado, o de uma amiga que como tinhamos confiança perguntei se em vez do dinheiro gostaria de alguma outra coisa e ela escolheu uma maquina de cafe (Nespresso 180 €), e um primo direito do mrido a quem demos 200 €. Fomos 2 adultos e uma criança.
Bjs, CarinaBarb

20 fevereiro, 2008 14:30  
Blogger jujamae said...

Olá! Obrigada pela tua visita no meu cantinho!
Notei que andas com algumas dúvidas! Olha, como sabes eu casei agora, em agosto, e a verdade é que a maioria dos convidados actualmente dá dinheiro. Normalmente as pessoas optam por dar no mínimo o valor que custará pagar as refeições, ou seja, no meu caso, paguei à quinta 60€/pessoa e as crianças entre os 6 e os 12 pagavam 30€. Tudo depende do tipo de casamento,do lugar... Na minha opinião é verdade que o dinheiro dá bastante jeito, mas quando dás uma prenda material fica para a vida e cada vez que olharem para ela vão lembrar sempre quem deu, enquanto o dinheiro gastasse e não fica nada para recordar. Por outro lado se o gosto do convidado não é compativel com o dos noivos é um bocadinho mau e aí será melhor receber dinheiro.
Na maioria dos meus convidados deram-me 100€ por pessoa, mas também tive amigos que deram um presente (alguns até foram coisas feitas por eles mesmo)e deram dinheiro para "complementar". Achei uma boa opção, pois assim não têm que despender de tanto dinheiro e dão algo deles que fica sempre. É que o grave problema dos euros é que para quem dá 100€ é muito, mas para quem recebe não é nada, não sei se me fiz entender?! Este dinheiro parece lenha e esta lenha arde bem e sem se ver nadinha!
O mais importante é ires, divertir-te e dares o teu melhor sorriso!
É muito bom para os noivos notarem que os convidados estão a gostar da festa...

20 fevereiro, 2008 14:52  
Blogger Ana Isabel said...

Quando há lista é sempre mais fácil.
Eu cada vez que vou a um casamento tenho esse problema, nunca sei o que dar, comecei a optar em alguns por dar dinheiro, não fosse eu comprar alguma coisa que não precisem.
Bjs

20 fevereiro, 2008 15:36  
Blogger Ana said...

Eu o que gosto mais dos casamentos eh a comida eheheh, nao sou la muito romantica.
Quanto a prenda, pois depende do grau de parentesco que tens com os noivos.
Aqui costumamos dar a volta de 500 euros (no teu caso, duas adultos, duas criancas). Nao sei se ai se da mais ou menos, mas tens que ter em conta que o copo de agua eh pago por pessoa e costuma ser caro o resto do dinheiro eh que eh realmente a prenda.

20 fevereiro, 2008 18:29  
Blogger Nostálgica said...

Acho que os noivos hoje agradecem mais se lhes der dinheiro, do que qualquer outra coisa..

Já eu..estou farta de ir a casamentos. Tem sido quase um por ano.

Um beijinho..

20 fevereiro, 2008 22:34  
Blogger Patricia said...

Como dinheiro é coisa que não abunda cá para estes lados, eu tenho dado entre os 100€ e os 125€. somos apenas 2 adultos.
espero que te ajude.

bjs

20 fevereiro, 2008 23:12  
Blogger apm said...

Eu fiz uma lista de casamento e apesar de o dinheiro ter dado jeito na altura, agora faria exactamente a mesma coisa, pois tive coisas lindas escolhidas por mim, que de outra forma não teria comprado e que simplesmente adoro. Sei quem me deu o quê e lembro-me sempre quando o uso!!
Dependedndo da relação de proximidade, eu perguntaria o que gostariam de receber aos noivos ou a um familiar próximo.
Bjinhos

21 fevereiro, 2008 01:34  
Blogger Smas said...

Quanto ao que se dá não te posso ajudar pois não estou em Portugal e não é igual. O último casamento que fui aí foi do meu irmão e é diferente.

Mas estava a ler o post e a rir-me, sempre, desde que ouço falar em vestidos de noiva e percebo o que isso é que os detesto. Lembro-me de em menina alguém me dizer que quando fosse a minha vez mudava de ideia, blá blá blá.
A verdade é que eu também nunca quis casar e só o fiz depois do meu filho nascer para facilitar algumas coisas e para fazer a minha avó feliz.
Ah, mas casei de vestido preto que era o que dizia que faria em menina. Não era vestido de noiva, era de cerimónia, mas era preto!
Bjs, vou fazer o desafio do post anterior ;)

21 fevereiro, 2008 01:56  
Blogger Isália said...

Eu costumo dar dinheiro. Depende do grau de parentesco e afinidade com a pessoa...Mas dou entre os 100 e 150€, somos 2 pessoas.Em relação ao vestido, tive muita pena de nao ir de noiva, mas a cerimónia como foi só para a família achei que não justificaria gastar tanto dinheiro. Levei um fatinho branco, também muito giro

21 fevereiro, 2008 11:02  
Blogger MariaVicente said...

Oi, não posso deixar-te opinião, são tão poucos os casamentos a que vou que nem sei que anda por ai. Aos que fui era o belo do dinheiro, que parece ser tão pouco e para nós é tanto. Mas concerteza alguem vai dar-te uma dica fixe.
Beijinho

21 fevereiro, 2008 11:53  
Blogger Dani Veiga said...

Olá..Miminho no meu blogue para si...
Bjinhos

21 fevereiro, 2008 12:51  
Blogger olharbiju said...

Olá minha querida João.
Como sempre adoro ler as tuas belas prosas.
Eu vou pouco a casamentos,declino muitos dos convites, o que não quer dizer que não ofereça um envelope,mas com menos dinheiro.Ah!junto sempre um postal em ambos os casos.Mas dependendo de quem são os noivos,ou seja...amigos ou familiares vou entre os 200,250,300 o máximo 500€.
Até doi o coração.Aos noivos fáz muito jeito. Bem vi quando casou o meu filho mais velho.
Mas minha querida João,tens que contar tb com a despesa que tens que fazer para vocês os 4 se vestirem.Mesmo sem luxo,tb é sempre um desfalque.
Bem...já te assustei que chegue.
Bjnhos e miminhos para os teus Rosinha e Azulinho

21 fevereiro, 2008 17:50  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Que posso dizer-te? Já tens tantas respostas, mas tu irás concerteza encontrar o que oferecer, em dinheiro ou em prenda, conforme decidires.
Quanto ao vestido, branco é o tradicional, mas agora vê-se de tudo, e o importante é que cada um se sinta bem no seu papel !


Beijinho p ti, e espero que todos se divirtam :)

21 fevereiro, 2008 18:35  
Blogger turbolenta said...

Depende muito da pessoa que recebe.
Há noivos que, por montarem casa na altura, fazem lista de prendas. Aí tudo é mais fácil.
Os que já têm casa mobilada é que é mais complicado.
Também depende da convivência que temos com os noivos. Saber os seus gostos e ambições.
Continuo a pensar que uma prenda com imaginação e pouco vulgar acaba por deixar feliz quem recebe e quem dá.
Num dos últimos casamentos a que fui, nem pensei duas vezes. Sabia que a casa poucas coisas precisava mas que ele adorava viajar e ela nunca daqui tinha saído. Claro que a viagem de nupcias estava a cargo do noivo. Por isso, juntamente com outro casal, acabei por ir a uma agência e comprar um cheque-viagem, que eles podiam utilizar dentro de 1 ano e para onde quisessem.Ficaram contentes e já o utilizaram.
Fui a outro, com quem nem tenho convivência. Nem perguntei nada. Fiz as contas ao que queria gastar e fui à Atlantis comprar uma peça em Cristal, que até foi bem cara mas era lindissima e muito original. De certeza que ninguém deu outra igual.
Mas acho até que não é difícil desde que se conheçam bem os noivos e os seus gostos e hábitos.
Boa semana

21 fevereiro, 2008 19:29  
Blogger Eduardo Costa said...

olá!! embora não tenha visto o blog todo por falta de tempo, prometo voltar para ficar a par de tudo!! obrigada pela visita lá no meu cantinho...
Edu

21 fevereiro, 2008 22:00  
Blogger Habiba said...

entao e não nos mostras a tua paixao dos deuses terminada??
beijinhos

21 fevereiro, 2008 22:02  
Blogger Omeupititxoco said...

Pois já disseram tudo... se não há lista, vai dinheiro...se temos confiança com a pessoa podemos perguntar se têm falta de algo... isto agora está sempre a mudar... enfim... mas ir a um casamento é sempre uma boa despesa...são as roupas para levarmos, é a prenda ... cá ainda pomos dinheiro nos sapatos dos noivos...Mas é tb um dia para compartilharmos bons momentos...recordarmos outros...Aproveita bem!!

22 fevereiro, 2008 00:18  
Anonymous Marcia said...

Desculpe a intromissão, mas já que li seu post e achei muuuuiiito interessante, também as respostas, vou dizer do lado de cá que não temos euros mas reais que valem mais ou menos 1/3 de cada euro o que costumo fazer. Pelo jeito as pessoas por aqui se casam com mais frequencia, ou pelo menos, tivemos de outubro do ano passado para cá 6 casamentos e temos o próximo no dia 15 de março. Com listas vou lá e pronto. Sem listas, depende de quanto conheço os noivos, desde um porta retratos lindão até um DVD ´player, passando por uma mala linda cheia de livros e cds. Com tanto palpite, vai ser interessante sua escolha e eu gostaria de saber qual foi. Passa na minha cozinha para tomar um chá e me conte.

22 fevereiro, 2008 01:32  
Blogger Grupo partilhando croche com prazer said...

Minha querida h� muito n�o vou a casamentos e o ultimo que fui, foi h� 5 anos e eu e meu marido fomos padrinhos da noiva e n�s fizemos quest�o de a vestir dos p�s � cabe�a com mais uns mimos feitos por mim, incluindo uma boneca igual � noiva toda feita por mim.Por isso querida n�o te posso ajudar mas posso dizer que comprendo o que escreveste, para mim tambem � assim , noiva, noiva � de branco caida, v�u lindooooooo, eu fui assim quando casei, desenhei o meu vestido e mandei fazer, foi o dia mais lindo da minha vida.
Querida me desculpa este testamento mas adoreiiiiii este post, me deu uma saudade e tambem ja tinha saudade de vir aqui.
Vc � uma pessoa muito especial.
Mil beijos da Mary

22 fevereiro, 2008 02:13  
Blogger Goreti said...

Olá
Obrigado pela visitinha, passei só para desejar um optimo fim de semana.
jinhos

22 fevereiro, 2008 12:27  
Blogger turbolenta said...

Ontem esqueci-me de te lembrar uma coisa: os convidados não devem nunca vestir-se de 2 cores: preto ou branco.
E hoje em dia as pessoas já vestem algo que seja chique mas que depois possam vestir no dia a dia. Por isso, é cada vez menos vulgar irem de vestidos compridos, de grande cerimónia. A vida está cara e há que conjugar despesas com utilidade dos fatos depois desse dia.
bom fim de semana

22 fevereiro, 2008 13:35  
Blogger Cantinho da Rafinha said...

Espero q o quadro vai fique lindo mesmo!!

Brigado pela visitinha !!

seu blog esta muito fofo, e se vc precisa de coragem ja tens a minha !!!
heheheeh

22 fevereiro, 2008 18:09  
Blogger María, Peste&Borboleta said...

Maria João, vim aqui só agradecer o conselho que me deixaste no meu blo :)
Na altura nem pensei no que estava a dizer, mas nunca, nunca mais digo que morrer é dormir para sempre! Faz todo o sentido o que disseste!
Obrigado!

Um bjnho grande

22 fevereiro, 2008 18:29  
Anonymous Marcia said...

Ola Maria João, obrigada pelos comentários simpáticos. Estou mesmo do lado de cá (do meu ponto de vista) do Atlântico. Você não visitou meus outros blogs? São meus lugares aqui. No interior de São Paulo e uma casinha no litoral. Cascais é outro caso, adoro sua terra, Lisboa, Cascais, Sintra, Porto, Coimbra, Algarve. Sempre que posso dou um pulão aí.

22 fevereiro, 2008 18:54  
Blogger TeTe said...

Olá M.ª João!
Quando há lista é sempre mais fácil, quando não há damos o que podemos se nos convidam é porque gostam danossa presença.
Bom fim de semana
beijinhos
Teresa

22 fevereiro, 2008 21:54  
Blogger Cantinho da Rafinha said...

oi brigado pela visitinha no meu blog espero vc mais veses, espero que tenha gostado !!! bjão

23 fevereiro, 2008 22:13  
Blogger A mamã da Beatriz... said...

Se ainda fora tempo, geralmente dou dinheiro. Assim os noivos poderão comprar aquilo que bem entenderem. Tenho amigas que dizem que recebram coisas levadas da breca! É por isso que é preferível dar-se dinheiro, a não ser que conheças muito bem as pessoase elas te digam aquilo que precisem... Também gosto muito de ir a casamentos. O último foi o ano passado em Junho... Foi lindo até porque foi de uma grande amiga que é tb a madrinha da Beatriz. Ao que me parece tão depressa não terei casamento nenhum...
Beijinhos!
Obrigada pela visita ao bloguinho da Beatriz! Serás sempre bem vinda!

04 março, 2008 11:56  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home