quarta-feira, 6 de agosto de 2008

O fogão – aliado indispensavel, inimigo mortal

Quase nada me atormenta ao ponto de querer deixar decidido o que devem fazer comigo quando eu deixar este mundo.
A roupa a vestir, a côr das flores... tudo isso são pormenores que apenas confortam (ou desconfortam), quem cá fica.
Apenas uma coisa me arrepia quando penso em cremação, da qual eu não conheço rigorosamente nada apesar de estar tão em “moda” – as chamas no cabelo.

Bifinhos de peru com molho de cogumelos acompanhado de ervilhinhas do quintal – almocinho saboroso, rápido e fácil.
Tacho arrufado.
Chama apagada.
Gás a sair sem ser queimado.
Automaticamente acendo o isqueiro.
Uma nuvem de chama espalha-se na minha frente.
Apesar do calor do dia tinha enfiado a primeira blusa que me apareceu à frente – com manga a três quartos – talvez os adultos também tenham um anjinho da guarda.
Senti uma onda quentinha envolver-me as pernas, o peito.
Um cheiro a musgado.
Vi o rasto de chama dirigindo-se a uma pinga de gordura caída na bancada – felizmente era pequena.
Soltei um grito.

"Alguém" veio ver o que se passava.
O gáz espalhado não tinha sido muito... por isso não viu nada.
"Cheira lá a minha cabeça".
Não notou o cheiro a musgado.
Viu que o almoço estava bem encaminhado e foi embora tranquilo sem qualquer comentário ou atenção.

E foi aqui que o meu mundo desabou e as lágrimas jorraram.
Soube tão bem o "abraço" da fresquinha parede de azulejos brancos á qual me encostei tapando o rosto com as mãos.
O que verdadeiramente me assustou foi o pouco caso.
Seria preciso eu arder inteira ao ponto de não conseguir aprontar o almoço para que alguém ao menos me perguntasse o que se tinha passado?

Podia não se notar mas eu precisava de um abraço.
Não tenho mãos peludas mas... os microscópicos pelinhos louros tinham a pontinha preta e enrolada.

Chorei com soluços.

Tomei banho de chuveiro.

Chorei.

Não almocei.

Chorei.

Á noite...
foi difícil adormecer.

28 Comments:

Blogger albana said...

ola
foi um valente susto!!!!
O "pouco caso" foi porque não viu nada mesmo, porque se tivesse visto ficava preocupado de certeza.
Mas percebi o choro, percebi o "dificil adormecer" e até o abraço fresquinho da parede, percebi e muito...

bjinho
albana

07 agosto, 2008 17:08  
Blogger APO (Bem-Trapilho) said...

Meu Deus, amiga! que experiência!!! e se te conforta, abre lá os braços que mesmo arrepiada deste lado te quero dar um abraço apertadinho!
sabes, normalmente cada um de nós está tao absorvido no seu proprio mundinho que não se apercebe de muito mais do que isso mesmo. provavelmente ele viu-te inteira e isso bastou-lhe. as sensibilidades homem/mulher tb nao são de todo semelhantes. naõ percebeu que os danos estavam por dentro. há que entender e respeitar as nossas diferenças. mas às vezes sabe a pouco, muito pouco mesmo, não é amiga? entendo-te!
vá! outro abraço!
bjinhos e fica bem, minha querida! fica bem!

08 agosto, 2008 00:16  
Blogger apm said...

Ui, que grande susto!
Odeio o fogo e tenho imenso medo que me aconteçs algo do género...
Um abraço apertadinho deste lado
Bjo

08 agosto, 2008 00:34  
Blogger Joana said...

Realmente há pessoas que têm uma falta de sensibilidade incrível...como te compreendo!
Abraço Mulher, que és forte de certeza!

08 agosto, 2008 10:53  
Blogger Eu e Tu...Relatos nossos.. said...

Que susto imagino como te tenhas sentido, sabes que os homens ás vezes são de uma insensibilidade estranha, vá se lá percebê-los...mas felizmente não passou de um susto...um abraço de conforto...Beijinhus

08 agosto, 2008 11:11  
Blogger Patrícia said...

Credo! Que horror!
Mas que grande susto!
Não posso acreditar que teve essa reacção...
Felizmente não passou disso!
Um beijo e um abraço muito apertado!

Bjs

08 agosto, 2008 12:59  
Blogger Carina M said...

Possa foi um filme em que foste a protagonista e no fundo unica espectadora.
Mas ainda bem que não passaram de uns pelinhos chamuscados, mas compreendo a tua "dor".
Bjs

08 agosto, 2008 14:33  
Blogger María e Pestilecas said...

Que susto deve ter sido!
Não se apercebeu provavelmente porque nada viu...mas devia ter visto..

Bjnhos

08 agosto, 2008 15:26  
Blogger Docinho said...

Fiquei em choque... MEU DEUS!
Que susto... que horror... não ver nada até percebo... mas não perguntar o pq do grito com ar alarmado... é grave!

Também choraria...

Tem calma... não fiques assim...

Beijo com um abraço fresquinho...

08 agosto, 2008 15:30  
Blogger Natércia said...

Minha querida Maria João!!!Depois deste tempo que não te visito ...me deparo com mais uma das tuas desgraças!Se é que me faço endender foi muito mau isso que tu descreveste a gente fica fria para não dizer gelada sabes que ás vezes também me acontece o que descreveste é que se digo que me dói a pessoa ao meu lado lhe dói da cabeça aos pés...um beijinho do tamanho do mundo. Natércia...

08 agosto, 2008 16:17  
Blogger Lau said...

Ai miga q susto!!!
Nem sei o q te dizer... apenas sinta-se abraçada por mim =))
Bjinhus

08 agosto, 2008 18:56  
Blogger Patricia said...

Não sou muito católica, mas às vezes acredito que há algo que nos protege e tu tiveste uma prova disso, não foi?

beijos e bom fim-de-semana

09 agosto, 2008 01:26  
Blogger Piloto Automatico said...

Olá Maria João... há bastante tempo que não passava por aqui.
Como vão os rebentos?
Bjs
F

09 agosto, 2008 01:32  
Blogger Daniela Veiga said...

Olá querida!
Bem, quando acabei de ler esta tua publicação, fiquei de olhos esbugalhudos a olhar pr o ecrã e sabes o que pensei?
"Ainda bem que o anjinho da guarda dela estava atento"!
Lamento o sucessido, foi um susto valente mas já passou...
Boa semana
Bjinhos

12 agosto, 2008 02:11  
Blogger APO (Bem-Trapilho) said...

Voltei Joaozinha! estás bem? já estás recomposta do susto, amiga? espero que sim.
bjinho bjinho e abracinho tb! :)

13 agosto, 2008 18:12  
Blogger Lau said...

Oie =)
Estás melhor? Espero que sim...
passei p/ dizer que tem prêmio p/ vc no meu cantinho, passa lá, ok?!
Bjinhus

14 agosto, 2008 02:20  
Blogger Mª Vicente said...

quebro o meu silencio para te dar um abraço
espero que já estejas melhor
beijo

14 agosto, 2008 16:41  
Blogger Joana Peixinho said...

olá! =) Que susto, hein?! Mas já estás melhor?

Bom fim-de-semana!

16 agosto, 2008 00:39  
Blogger APO (Bem-Trapilho) said...

bem, o mr. been é um estilo meio diferente do maxwell smart, mas humor é humor! experimenta ver este filme ou a série antiga que é demais! :)

Lembras-te da Palmira? Há notícias da Palmira no bom feeling! :)

bjos, amiga!

16 agosto, 2008 00:49  
Blogger APO (Bem-Trapilho) said...

ahahah Mª João! acho que tens razao em relaçao à Palmira! deve haver castor na linhagem!!! certamente! :)
bjo

16 agosto, 2008 12:12  
Blogger nile santos said...

Oi amiga.Fiquei realmente indignado foi pela falta de apoio e carinho neste momento.As pessoas sempre pensam está tudo bem.
Mas espero que tenhas se recuperado destá mágoa.Bom fim de semana para voce.Richard.

16 agosto, 2008 14:40  
Blogger Omeupititxoco said...

Há dias assim...em que quase tudo (senão tudo) nos sabe mal....o que vale é que melhores dias vêm de seguida, espero que estejas a viver dias destes! jocas***

19 agosto, 2008 12:00  
Blogger Carla Iglesias said...

Querida amiga,
Como te gostava de abraçar e dizer que já passou.
Acredito que ele não tenha feito por mal porque não se apercebeu da gravidade da situação.

Beijinhos grandes,
Carla

19 agosto, 2008 16:12  
Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Foi um susto para ti, e só para ti, ali ao lado nada mais se passou.
Entendo-te, e se te conforta, daqui te envio um abraço apertado e com muito carinho p ti:)))

21 agosto, 2008 18:33  
Blogger Habiba said...

Oh querida... isso é que foi um grande susto! Mas felizmente tiveste um anjinho da guarda a olhar por ti e quando ao abraço, aqui tens mais um enorme, daquelas tão apertados que quase ficamos se ar, eheh!
Obrigada pelo comentario... prometo mostrar as fotos se ficar noiva e casar com o meu amor! Beijinhos

21 agosto, 2008 21:56  
Blogger Patricia said...

Então o que se passa? Há muito que não dás notícias...

bjs

21 agosto, 2008 22:55  
Blogger Teteka said...

Olá Maria João
Há algum tempo que não te visitava, mas fiquei arrepiada ao ler o teu testemunho....
Acredito piamente que a 'dor' da indiferença tenha até superado a dor fisica, também a mim já me aconteceu sentir na pele essa indiferença, mas penso que a raça homem é mesmo assim, salvo raras (muito poucas) excepções.
Um beijinho, amiga, até um dia destes...
Bom fim de semana
Teresa

22 agosto, 2008 15:24  
Blogger MARY said...

Oh amiga que susto!!!!!!!! Mas graças a Deus não passou de um susto.
Querida vc pediu no meu blog mostrar com prazer SOCORRO para me achar ,sabe estive uns tempos ausentes da net, mas voltei com o marydolls 4 , venha me visitar quando quiser será muito bem recebida.
Mil bjs da Mary

22 agosto, 2008 18:07  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home