terça-feira, 21 de outubro de 2008

Haja paciençia

Quem tem ou teve miúdos pequenos sabe (e se não sabe é porque teve sorte ou então delegou em alguém a sua educação), que muitas vezes, embora o amor de mãe seja sempre colocado em primeiro lugar, muitas vezes a paciência atinge o limite e temos a necessidade de sucumbir escondendo-nos atrás de um tom de voz mais elevado ou em casos limite até mesmo de uns belos "berros".
"Berrar" é estúpido. – Dizem vocês.
Ah, pois é! Mas quem "berra" são os outros. Nós próprias, só falamos um pouco mais alto ou quando muito somos mesmo obrigadas a gritar.
---
Temos mobília nova na cozinha.
Três anos depois da mudança para a casa nova, colocamos então a mesita e as cadeiritas a condizer com os armários e bancadas previamente instalados.
Como todo o Santo enquanto é novo é festejado, agora a mesa e as cadeiras da cozinha são as nossas meninas dos olhos, até jantar de inauguração houve.
---
Ontem à tarde (qualquer família sonha com uma tarde do Domingo ensolarada para fazer coisas boas), papá trabalhando, mamã atarefada com as roupas, crianças brincando livremente pela casa.
Do exterior eu podia ouvir os diálogos vindos da cozinha. Mano para cá, mana para lá, risos, palavras, alegria...
Entrei...
No chão pedacinhos minúsculos de papeis recortados. Na mesa tesouras, x-actos,
marcadores, cola, guaches, purpurinas...
Parecia um atentado de vandalismo ás minhas coisitas novas.
Nada que umas breves palavrinhas em tom firme e ligeiramente mais elevado não pudessem resolver e teríamos visto miúdos zelosos e sem esforços de argumentação a mudar o "poiso" do seu caos. Sim, porque no que respeita ás divergências sobre os conceitos de arrumação entre miúdos e graúdos, há muito que as vias diplomáticas se encontram esgotadas até à exaustão.

Mas no meio do caos da minha tormenta reinava uma alegria infantil, uma candura diabolicamente angelical que secou a minha garganta e as palavras não saíram, nem altas nem baixas.

Encostei-me à ombreira da porta e fiquei a ver, ali mesmo na minha frente, em que é que se tinham transformado dois meses do meu salário.
Não, não pensem que são móveis de palácio. Na verdade até não é lá grande coisa de mobília mas... na verdade eu também não tenho lá grande coisa de ordenado.

Elevei o olhar para o tecto... fechei os olhos...
senti uma vontade tão grande de bater com a cabeça na parede...

"Mamã, recortei para ti, toma... um triângulo... um copo... um vaso... um coração..."

Porquê é que as mães gritam ás vezes?
Porque estão loucas?
Ou para não darem em loucas?

25 Comments:

Blogger albana said...

ups! comigo aconteceu com lápis de cera nos bancos da cozinha...ainda hoje há vestigios...
mas depois veem uns corações para amolecer o nosso...fazer o quê?
gritar é só um alivio de momento, até podemos ficar arrependidas no segundo a seguir, mas todas as mães gritam...para não ficarem loucas...e para meia hora depois darem bjinhos

bjinho

21 outubro, 2008 15:05  
Blogger Habiba said...

Como será comigo quando tiver pequenos? Não consigo imaginar! Mas tenho a certeza que os teus filhos te irao agradecer por a excelente mae que es...
O restaurador de moveis não vai conseguir remendar??
Beijinhos

21 outubro, 2008 15:14  
Blogger apm said...

Ás vezes acho que estou louca e fico rouca de tanto berrar...
Na casa nova já há uma cadeira da sala irrecuperável com manchas várias... e tem 1 mês. Ás vezes sinto-me estafada... e essa ideia de bater com a cabeça na parede tb passa por cá.
Haja muiiiiita paciência!!
Bjinhos

21 outubro, 2008 15:42  
Blogger a mãe dos reguilas said...

eu grito... e no auge da minha falta de paciencia e depois de esgotar as palavras "bonitas" vá vem um tom de voz pouco ameno ....mas tb faz parte

21 outubro, 2008 16:32  
Blogger hiltom said...

E lá ficou uma mesa toda escortaçada!Estou mesmo a imaginar.
Eu não sei o que faria,mas acho que, sinceramente, não há paciência para algo semelhante.
A pureza das crianças não as deixa ver o certo e o errado.Tudo é normal e perfeito para elas. Mas.....desgraçados dos pais.
Comigo aconteceu também uma "inauguração".
A minha filha era pequenina, devia ter uns 3 anos. Na altura era moda o papel de parede. Então, vai de o comprarmos e, com a nossa paciência lá o colocamos no corredor. Sei que o papel era lindo,de cores neutras dentro do beje e camurça claro e que nos custou os olhos da cara.
Mal demos a obra por concluída,apareceram logo uns riscos vermelhos ,de marcador, ao longo de uma parede e à altura das mãozitas!
Passei-me! Aquilo não saía de maneira nenhuma e então lá onde o comprámos, o senhor indicou-nos um produto especial para isso. Apesar de tudo, e embora tivesse saído quase na totalidade, a solução que depois encontramos foi comprar um móvel pequeno para tapar a "pintura".
Levou 2 palmadas bem dadas nas mãos e nunca mais pintou nada.Antes de pintar, mesmo no papel ,perguntava: a menina pode aqui?
boa semana

turbolenta

21 outubro, 2008 17:05  
Blogger Carla Iglesias said...

È dificil de gerir..Só quem é mãe é que sabe o que passa.
Este verão trocamos as cadeiras da sala. Não é que as outras tivessem velhas, mas tinham no tampo e nas costas aquela chamada pele de pessego.
Com a vinda das miudas, ficaram horrorosas, feias, com manchas de tudo e mais alguma coisa, e uma mãe desesperada sempre a tentar limpá-las ficando piores.
Compramos umas todas em pele preta, em cabedal. Quase não têm ordem de se sentarem lá. Ok, deixamos porque limpam-se facilmente.
Se não fosse o amor que sentimos pelos nossos filhos... ai ai
Custa tanto lutar para termos as coisas que gostamos e serem destruidas de um dia para o outro

Beijocas e doses de paciência

Carla

22 outubro, 2008 11:08  
Blogger Ana Isabel said...

Como te percebo.
Acteceu-me parecido mas nos sofás clarinhos com lápis de cera.
Ficou uma "obra de arte" bem gira.
Bjs

22 outubro, 2008 11:36  
Blogger Mª Vicente said...

ai ai
loucas, loucas aos gritos, não.
deixa la safou-se com o coração.
beijoca

22 outubro, 2008 12:04  
Blogger Lisa_pt + Gil said...

Não há como deixar de gritar para ñ darmos em loucas... aqui por casa ainda não é tanto esse tipo de coisas, pq o Gil ainda ñ se entretém com coisas assim, mas tb me faz a cabeça em água, agora tem a mania de ir ligar ao forno, já lhe dei uma palmada (fico ruidinha de remorsos) mas nem assim deixa de fazer a brincadeira parva...
Há q ter paciência, pois fazemos o quê?

Beijokas

22 outubro, 2008 12:44  
Blogger Eu e Tu...Relatos nossos.. said...

Como eu sei tão bem do que falas, o de cá tb adora pinturas e afins...gritar...sim as xs também grito :S...é que as xs tem memso que ser...

Beijinhus

22 outubro, 2008 21:04  
Blogger Mª Vicente said...

Oi. Tens razao miga sobre o blog, está esquisito com tanta coisa, vou mudar qq dia, mas tenho q ter tempo. Vou ver disso das Barbie, deve ser fixe para a Patuxa.
Beijoca

23 outubro, 2008 11:59  
Blogger eugenia said...

hummmm em papel? nao tenho mt jeito para trabalhos manuais...mas vou falar com o marido, obrigada pela dica...

bjs

23 outubro, 2008 12:14  
Blogger Habiba said...

Desde que o terminaste que ando a espera de ver o teu quadro da paixao, eheh! beijinhos querida
Angela

23 outubro, 2008 16:52  
Blogger Lau said...

Oi querida, fico sempre mto feliz com seus comments, obrigada por continuar a me visitar =)
Amiga, ri mto lendo seu post, e posso imaginar sua cara qdo disseram que era p/ vc os presentes feitos por eles...
Crianças são assim msm, como dizemos aqui "é sinal de saúde", hehehehehe....
Bjinhus

23 outubro, 2008 20:06  
Blogger Omeupititxoco said...

Esta semana depois de termos pintado o quarto(pk vamos muda-lo só agora para o seu quarto) riscou a parede...zanguei-me com ele e dei-lhe uma borracha para a mão para me ajudar a apagar, ele lá se divertiu pensando que era uma brincadeira....ai, a minha vidinha.
Eu tb dou os meus gritos ocasionais...qd nada mais resulta tem que ser...e não sou daquelas que dizem "Tenho uma filha de 29 anos, nunca foi preciso levantar a voz ou dar uma palmada"...sim , sim , me engana que eu gosto!! hipocrisia é o que há a mais neste mundo!

25 outubro, 2008 13:09  
Blogger susybordados said...

como te comprendo amiga
tem dias que pareço que vou ficar louca, ou já estou...
se quiseres que te faça algum gráfico de ponto cruz de alguma foto eu faço gratis
envia-me um e-mail
para susybordados@gmail.com
beijocas susana

25 outubro, 2008 17:21  
Blogger Valéria said...

Olá querida, passando para te convidar para a festinha em comemoração de um aninho do meu blog que está acontencendo por lá nesse momento, venha participar e se deliciar com as guloseimas, aguardo você... Beijos

27 outubro, 2008 00:48  
Blogger Valéria said...

Olá querida, passando para te convidar para a festinha em comemoração de um aninho do meu blog que está acontencendo por lá nesse momento, venha participar e se deliciar com as guloseimas, aguardo você... Beijos

27 outubro, 2008 00:48  
Blogger Eu e Tu...Relatos nossos.. said...

Para desejar uma boa semana...

Beijinhus

27 outubro, 2008 15:31  
Blogger Isália said...

Passa pelo meu blog...tenho miminho

28 outubro, 2008 11:42  
Blogger olharbiju said...

Olá.
Desculpa, mas no decorrer da leituda estava a pensar..."ela vai dar doi berros e eles vão a correr arrumar tudo e dizer DESCULPA MÃMÃ), mas quando cheguei ao fim só me restou confirmar que tens muita paciência e um carinho infinito plos teus Rosinha e Azulino.
És LINda João.
Um grande xi-coração
alice

28 outubro, 2008 19:34  
Blogger Nile e Richard said...

Olá amiga.Seu comentário passa a ser para mim até engraçado.Já me aconteceu o mesmo e confesso que não tive tanta paciência.A ordem foi as berros:tudo limpo e já pro castigo.Essas crianças aprontam cada uma...bjtos.Nile.

29 outubro, 2008 14:00  
Blogger Patricia said...

desculpa, mas não consegui conter uma bela gargalhada com esta história...

beijos

29 outubro, 2008 20:47  
Blogger Patrícia said...

É nestas alturas que eu fico contente por saber que não sou a única que berra com o filho, ou que se passa com o filho!
Eles tiram-nos do sério completamente, mas depois fazem coisas que nos derretem o coração...
Compreendo-te...

Bjs

30 outubro, 2008 10:12  
Anonymous Anónimo said...

deixa lá! eu tb tenho 3 vandalos aqui em casa e a mobilia é testemunha disso!

04 novembro, 2008 15:53  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home